1
Dia 1, domingo, 6/01/2008

Blumenau a Pelotas, 820km

O dia começou cedo, 5:45, banho, liguei a maquina, comecava a aventura. O tempo estava incerto, nuvens, o dia clareando, mas não chovia. Abasteci na saida de Blumenau, tomei café, estrada. Cerração ba(i)xa, sol que racha, se diz por aqui... de fato, antes de chegar a BR101, sol.


depois de Gaspar, cerração baixa...

Pouco movimento, a estrada uma beleza, o motor roncando firme, 120 e pouco no velocimetro, pra quem conhece a Mirage, isso da uns 110km/h, essa seria a velocidade de cruzeiro, quando possivel. Ate essa velocidade me sinto confortavel, da pra curtir a estrada, e nao maltrata demais a maquina...

Mas logo terminou a moleza, depois de Palhoça termina a pista duplicada, são obras, desvios e buracos ate pra la de Torres, ja no Rio Grande do Sul. Esse trecho ja conhecia da ida ao encontro em Torres, meses atras.


Acabou a moleza !

E pra ficar melhor ainda, nuvens negras no horizonte, o sol ja era... Parei num posto, abasteci, tirei o pijama de plastico do alforge, e vamos em frente... logo despencou o temporal, a chuva batuca na viseira do capacete, a pista se enche d'agua, a velocidade diminui, a chuva aperta, alguns carros até param, sigo em frente, o horizonte me espera...

Perto do Imarui a chuva amainou, parei logo depois da ponte pra tirar uma foto, passei ali 2 vezes ano passado, sempre com pressa, agora queria fazer a foto, com chuva e tudo.


Imarui com chuva

Tava me preparando pra montar na moto de novo, na estrada encharcada passaram 2 VBlades, alforges, franjas, bandeirinha do Brasil e tudo, bip bip, segui logo depois, os vejo mais a frente, o transito intenso e a pista molhada, nao consigo alcança-los ... mais adiante 1 deles parado ao lado da pista, problemas no motor, parei tambem, logo chegou a van de apoio... os caras tao indo pra Ushuaia, sao de Laguna, 3 VBlade (1 tava na van de apoio, que na chuva nao é tao legal assim...)

Segui, kms a frente encontrei a outra VBlade, esperando o colega; parei, o cara quase morre de susto quando pergunto: Foste tu que perdeste o colega mais pra tras ? Má escolha de palavras... conversamos, expliquei, Nilson, esse é o nome dele, voltou pra encontrar os colegas... a historia ta no blog dele, sobre a viagem pra Ushuaia ( http://www.rumoaofimdomundo.blogspot.com/ ).

Adiante, que o tempo ruge... depois de Torres o tempo melhora, a estrada tambem, cheguei a Freeway, sol, calor, sundown 30 nos braços, nuca, buchechas, nariz, a essa altura ja tava so de camiseta, a jaqueta amarrada sobre a bolsa traseira da um bom encosto, os pes em cima do mata-cachorro, Mirage, a poltrona ambulante.


pedagio na freeway


freeway, todo amassado...

Até Porto Alegre é um passeio, muito movimento, mas nas 3 pistas tudo flui tranquilo. Depois de POA, pego a BR 116, muito vento e calor, logo depois das 19:00 to em Pelotas, 1o. pernoite da viagem. Sol alto, estou no sul do sul...


retas e muuuito calor


a rota do vento

Procurei hotel, resolvi ficar no Manta, garagem segura, otimo quarto, mereço, depois de 820km de estrada. Vale a pena dar uma caminhada pelo centro, em volta da praça, as construções antigas, algumas restauradas, um calçadão até simpatico, com arvores cheias de passaros.


arquitetura antiga


intervenção

Voltei ao hotel as 21:00, finalmente se poe o sol, dourado, vermelho, anunciando tempo bom para o dia seguinte. O jantar no próprio hotel, tem uma pizzaria com otimo ar condicionado...

Nao estou especialmente cansado, nao doem costas ou bunda, apenas sinto um pouco a mão do acelerador; o 1o. dia teve sol e chuva, trafego intenso e retas solitarias, buracos e tapetes de asfalto... amanha tem mais !


janela do quarto do hotel

< dia 0  |  dia 2 >