6
Dia 6, sexta-feira, 11/01/2008

Colonia del Sacramento a Rosario do Sul,RS, 650km

Acordei não muito cedo, excelente cafe, com frutas, queijos artesanais, marmeladas, pães diversos; Posada del Virrey, podem se hospedar, recomendo. Fui buscar a moto atrás dos portáes da Don Antonio, tudo certinho, ja nem me preocupo mais. Antes de montar os alforges e bolsas fiz uma passeio pela orla, algumas fotos, voltei ao hotel, cartao de crédito, amarro as tralhas, e inicio a volta pra casa, rumo norte.


carrão...


dormitorio da moto


palmas

Ceu azul, algumas nuvens, o calor dos ultimos dias amainou. Sigo pela ruta 1, entrei em Nueva Helvecia, nada de especial, logo adiante tomo a ruta 11 ate San Jose de Mayo, dai a 3 ate Trinidad, a 14 ate Durazno, todas tranquilas, vazias, bom piso. E de Durazno é ruta 5 até Rivera/Santana do Livramento, fronteira com o Brasil, 550 km de Colonia del Sacramento.

Apesar do calor que não combina com as fantasias pretas dos motociclistas, viajar no verão te dá 15 horas ou mais de luz por dia, se for o caso da pra andar mais de 1.000km no claro, sem problemas.

As retas se sucedem, Paso de Los Toros com a represa, camping, cheio de estudantes em fárias, bonito. Cada parada pra abastecimento me perguntam sobre a moto, cilindradas, velocidade, quantos dias de viagem, divertido...


rutas retas


cielos del Uruguay


Paso de Los Toros

Vou me aproximando do Brasil, passo por Tacuarembó, depois algumas industrias, diferente do isolamento da regiao central, a vegetação vai mudando, um pouco mais úmido, mais ondulado, os cerros caracteristicos, de cabeca chata. A moto ronca firme, alguns caminháes, ultrapassagens tranquilas, a gasolina uruguaya aumenta o consumo, mas tambem a performance, parece; o motor ta sempre cheio, acelera facil, alem disso, o vento esta de popa...


Ruta 5


ganado


cerros

E Rivera, finalmente, já além das 18:00. Passei pelo centro, pela migração uruguaya, entrei no Brasil, nao me agrada muito a bagunça; como nao tinha nada de especial pra comprar, o sol ainda esta alto, resolvo seguir em frente. Voltei pra migração, entreguei o documento que recebi em Chuy, na entrada, carimbo no passaporte, e fui adiante pela BR 293, depois desvio a esquerda, vou ate Rosario do Sul, para pernoite; cheguei pelas 21:00, sol se pondo, e claro, tem a praca central, com a igreja, logo ao lado um hotel bem razoavel, tem garagem ? Sim, e a diaria é barata, é aqui mesmo.


por de sol gaucho

O jantar é na lanchonete na praça, a poucos passos do hotel, sem litros, a viagem ta acabando... e boa noite, que amanha o esticao é grande, originalmente havia previsto pernoite na serra perto de Caxias, mas tava com folego pra mais estrada, a ideia agora era chegar a noite em Blumenau, 950km adiante...

< dia 5  |  dia 7 >